terça-feira, 6 de outubro de 2020

Perfume Fiore, Amakha Paris

Flor de laranjeira

Fiore, da Amakha Paris, é um floral branco inspirado em Gabrielle Eau de Parfum.

Como já contei lá no Telegram, experimentei Gabrielle só uma vez numa das poucas lojas de Goiânia que vendem perfumes Chanel, então não foi suficiente para compreender a fragrância.

Usando Fiore em casa e com tempo, consegui sentir a proposta: é uma fragrância leve e sofisticada, para quem quer ter cheiro Chanel, mas não se identifica com os cheiros datados de outros clássicos da marca.

Fiore cita, principalmente, Chance e Coco Mademoiselle, mas numa versão atualizada e que tem mais chance de agradar quem nasceu depois de 1980.

Fiore, Amakha Paris

Esta é a pirâmide olfativa de Fiore, divulgada no site da Amakha Paris:

  • Notas de topo: groselha-preta, toranja e tangerina
  • Notas do meio: jasmim, tuberosa, ylang-ylang e flor de laranjeira
  • Notas de base: almíscar e sândalo

Com projeção moderada, a abertura frutal cítrica não é refrescante como num perfume contemporâneo. É um acorde com tom envelhecido e amadeirado, aquele cheiro de “sabonete chique” que está presente na maioria dos perfumes femininos da Chanel.

Em poucas minutos, evaporam as notas frutais e a fragrância fica ainda mais cremosa. Não é um floral que surpreende, é o cheiro que eu imaginaria para um perfume que tem essas flores, sem nenhuma delas se destacar, apesar de todas aparecerem.

Na minha pele, a base tem cheiro de sândalo, mas com uma textura mais aveludada que me faz imaginar um teatro numa noite de ópera na década de 1920. Só que, na minha imaginação, todos têm ótimos hábitos de higiene e saúde, por isso chegam ao teatro com cheiro de roupa limpa e banho tomado, não com fedor de cigarro, charuto e bebida alcólica destilada.

Fiore evolui pouco: as notas que sinto na abertura já revelam o cheiro que vai permanecer na base. Na minha pele, a fragrância resiste por mais de 8 horas. O cheiro me traz sensação de elegância, mas também cria um distanciamento, transmitindo a ideia de que estou inacessível e indisponível para outros humanos.

É um perfume para no mínimo cinco borrifadas em diferentes partes, deixando uma aura Chanel em volta do corpo, o que compensa a baixa projeção. O rastro é médio e persistente, sendo assim um bom perfume para quem busca uma assinatura olfativa marcante e ao mesmo tempo sóbria.

As fragrâncias Amakha Paris são identificadas como parfum para o público e registradas como deo colônia para a Anvisa.

O perfume Fiore tem apenas frasquinho de 15 mL e, como contei na resenha sobre Mulier, pode compensar comprar no atacado. Os preços estão mais interessantes no Mercado Livre do que na Amazon.

Até mais!

Compre Natura com o cupom deste mês para ganhar 10% de desconto!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Todos os comentários são moderados pela autora do blog.